close

Marcos Marciano

dododo
Crônica

Vida de gado

Grande pavor que tive quando criança foi o de ter aftas na boca, pois graças a uma revista Globo Rural antiga eu descobri a febre aftosa — doença infecciosa causada por um vírus e que aflige principalmente animais de casco fendido: cabras e porcos, bois e vacas. Gado. As pústulas e aftas dos bichos nas
Continue lendo
trtrtt
Crônica

Eu já quis ser mulher

Dia Internacional da Mulheragem. Impossível não lembrar da vez que perguntei para meu pai o que eu podia fazer para ser hermafrodita. Estava fascinado com aquela possibilidade: ser homem e mulher ao mesmo tempo. Corriam boatos na escola de que o cavaleiro de ouro de Peixes era hermafrodita. Achei o máximo: ser homem e mulher
Continue lendo
ojojoj
Conto

Tomou Benzetacil

Foi uma aventura. Garganta maldita. A febre criou uma aura de dorzinha durante todo o trajeto de casa até o hospital. No pronto-socorro tinha gente pra cacete, ou eu tava só delirando. Senti-me no inferno de Dante, porque aquelas televisõezinhas que informam as senhas num determinado ambiente só serviam para levar para um outro lugar
Continue lendo
kikikik
Conto

Odiozinho

Sei que eu não devia rir, no entanto ri quando meu terapeuta sugeriu o grupo, este grupo, vocês sabem, mas não sei se vocês também têm um terapeuta, grandes figuras eles, os terapeutas, enfim, eu ri quando ele se levantou da poltrona, eu nunca tinha visto ele se levantar da poltrona durante as nossas sessões,
Continue lendo
grgrgrg
Conto

Mamãe, eu não quero um namorado

O que me lembro daquele dia é do meu cheiro ainda em sua barba, no meio do abraço, no primeiro abraço da manhã. Em seus olhos vi saudade da noite anterior, vi que ele não me enxergava, buscava flashes meus, entre lençóis, de quatro, aberta, suada, molhada. Lembro-me também da noites quentes, dos pés grandes,
Continue lendo
uhuhuh
Crônica

Estamos na merda

Estamos na merda? Estamos na merda. Mas cê olha pela janela e a vida continua. O sol nasce, o ônibus passa e as padarias mantêm o cronograma do pão. Quando estudava história no ensino médio, tinha uma outra visão sobre tempos de crise política e econômica. Talvez fosse o tom dos autores. Meio que todo
Continue lendo
jijijijjijij
CrônicaReflexão

Um raciocínio simples

O raciocínio é simples: O fato de alguém ser homossexual, preto, judeu, kardecista, mulher, índio, branco, favelado, católico, gordo, soropositivo, homem, evangélico, magro, gago e por aí vai, não deveria ser motivo de zoação. Só que quando misturam qualquer tipo de atitude idiota com futebol, o cérebro de algumas pessoas dá uma bugada. Vêm com
Continue lendo
jijij
Reflexão

Mr. Sandman, bring me a dream

Às vezes sonho comigo. Nesses sonhos eu posso ver e falar com aquele espectro de mim mesmo. O que refuta a teoria — se é que há mesmo uma teoria — de que não podemos ver nossos rostos nos sonhos. Sei lá. Talvez seja uma coisa um pouco rara, isso eu posso aceitar. Mas podemos
Continue lendo
robert-nyman–ysyCHixMHU-unsplash
Crônica

Não há ninguém voltando

Por que ele não volta? “Jesus está voltando e aí você vai ver”, disse o tiozinho maltrapilho. “Ele está voltando e aí você vai beijar mulher no inferno”. Eram duas meninas de mãos dadas. Não vi beijo. Por que ele não volta? Se é que já veio. Há ebola, faixa de Gaza, lixo radioativo, derretimento
Continue lendo
markus-spiske-QozzJpFZ2lg-unsplash
Crônica

Racismo à brasileira

O bom de maldições é que elas são ruins, ou vice-versa. Midas que o diga, todas as meninas que estão beijando sapos até hoje que o digam. Vejam só, a internet. É a maldição que veio pra ficar, porque em uma aba você tem o YouTube com aulas magníficas sobre qualquer coisa e na outra
Continue lendo
1 2 3 4 7
Page 2 of 7