close
trtr
CrônicaReflexão

Tempos estúpidos

A internet criou merdas que não imaginávamos em 1996. Estou longe de ser saudosista, pois no meio da década de 90 a gente não tinha serviços de streaming ou visitas virtuais a museus. Temos a Netflix hoje em dia, ok. Ponto para a atualidade. Em contrapartida, vinte anos pra trás, ninguém ficava doente por não
Continue lendo
dgdg
CrônicaReflexão

O povo do ué

Equivoquei-me. Fiz a piadinha sobre trocar o "Ordem e Progresso" em nossa bandeira para um "Nós é muito loko". Equívoco. Isso lááá atrás, com Temer no poder. E é bom assumir nossos erros assim, nossas pedaladas além do limite do razoável. Até pensei em forçar mais a piada, já que Bolsonaro escolheu um "Pátria amada
Continue lendo
iii
Conto

Gafanhotos

Há um ano Alain Delon se transformou no genro que nunca tive, e agora minha filha não existe mais. Só pude ver que trocaram os desenhos de gafanhotos na porta do bistrô depois que Anne-Marie entrou. Foi ao banheiro. Vai voltar. Eu quero sumir. As vidraças e portas do Sauterelle sempre estiveram cheias dos mais
Continue lendo
frfrfrfr
Conto

Quarentena na janela

Antes de qualquer coisa, eu não sou um depravado, um stalker qualquer, um maníaco sexual. Nada disso. Se consegui convencer meu reflexo no espelho do banheiro, creio que não será tarefa difícil fazer o mesmo com vocês. Mas, sim, tenho passado a quarentena em minha janela — nunca passei tanto tempo em uma —, pois
Continue lendo
dododo
Crônica

Vida de gado

Grande pavor que tive quando criança foi o de ter aftas na boca, pois graças a uma revista Globo Rural antiga eu descobri a febre aftosa — doença infecciosa causada por um vírus e que aflige principalmente animais de casco fendido: cabras e porcos, bois e vacas. Gado. As pústulas e aftas dos bichos nas
Continue lendo
trtrtt
Crônica

Eu já quis ser mulher

Dia Internacional da Mulheragem. Impossível não lembrar da vez que perguntei para meu pai o que eu podia fazer para ser hermafrodita. Estava fascinado com aquela possibilidade: ser homem e mulher ao mesmo tempo. Corriam boatos na escola de que o cavaleiro de ouro de Peixes era hermafrodita. Achei o máximo: ser homem e mulher
Continue lendo
ojojoj
Conto

Tomou Benzetacil

Foi uma aventura. Garganta maldita. A febre criou uma aura de dorzinha durante todo o trajeto de casa até o hospital. No pronto-socorro tinha gente pra cacete, ou eu tava só delirando. Senti-me no inferno de Dante, porque aquelas televisõezinhas que informam as senhas num determinado ambiente só serviam para levar para um outro lugar
Continue lendo
kikikik
Conto

Odiozinho

Sei que eu não devia rir, no entanto ri quando meu terapeuta sugeriu o grupo, este grupo, vocês sabem, mas não sei se vocês também têm um terapeuta, grandes figuras eles, os terapeutas, enfim, eu ri quando ele se levantou da poltrona, eu nunca tinha visto ele se levantar da poltrona durante as nossas sessões,
Continue lendo
grgrgrg
Conto

Mamãe, eu não quero um namorado

O que me lembro daquele dia é do meu cheiro ainda em sua barba, no meio do abraço, no primeiro abraço da manhã. Em seus olhos vi saudade da noite anterior, vi que ele não me enxergava, buscava flashes meus, entre lençóis, de quatro, aberta, suada, molhada. Lembro-me também da noites quentes, dos pés grandes,
Continue lendo
1 2 3 4 9
Page 2 of 9